Disco “Casa do Chapéu” de Cacai Nunes tem influência de diversos ritmos musicais

Violeiro pernambucano explora rock, forró, choro e samba em suas composições

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O programa Revoredo desta semana apresenta o trabalho Casa do Chapéu, de Cacai Nunes, violeiro pernambucano radicado em Brasília. Em seus trabalhos, Nunes procura explorar a viola brasileira com pluralidade, mostrando-a como um instrumento versátil e com grande potencial harmônico e melódico.

O disco Casa do Chapéu foi gravado em 2013 e nele o violeiro deixa claro suas influências musicais do rock, do choro, do samba, da música instrumental universal e tantas outras a que todo músico brasiliense é amplamente exposto. Traz também a sonoridade da viola incorporada a uma linguagem musical livre e espontânea, somada à força dos tambores sagrados do candomblé.

As músicas apresentadas no programa são Casa do Chapéu; Lobo Guarânia; Cabaceiras; Sopro; Inhuma do Cocho”; Forró sem Aperreio; Flor de Peregum; Tudo Alterado; Eleanor Rigby; Perobeira-Maria e Tá com pressa, boiada?.

O Revoredo é produzido e apresentado pelo maestro José Gustavo Julião de Camargo, do Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, com trabalhos técnicos de Luiz Antonio Fontana.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados