Disciplina da USP apresenta projetos de alunos aos investidores

Estruturação de programas que estimulem cultura empreendedora rende resultados para a sociedade, diz professora

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

A Universidade, nos últimos anos, tomou uma série de iniciativas para se adaptar às demandas do mercado e entregar profissionais cada vez mais qualificados à sociedade. Nesse sentido, não só multidisciplinaridade e internacionalização são pilares-chaves, mas também o estímulo à cultura empreendedora. Ocorrem iniciativas como o InovaGrad, uma parceria entre a Agência USP de Inovação (Auspin), a Pró-Reitoria de Graduação (PRG) e o Sebrae, auxiliando alunos da graduação a abrirem seu próprio negócio. Ao mesmo tempo, há a proposta de novas disciplinas na área, além da adaptação das grades curriculares.

“Dez das 16 pessoas participaram da fundação de unicórnios (startups cujo valor de mercado passou de 1 bilhão de dólares) sem nenhum foco no empreendedorismo na grade curricular. Imagine com a estruturação de programas e implementação de ações para estimular a cultura empreendedora”, afirma a professora Liliam Carrete, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) ao Momento USP Inovação. “Se acredita, dentro do Departamento de Administração, que essa atenção aos novos negócios terá um impacto direto sobre o crescimento, melhorando a economia, criando empregos e novas empresas”, alega o professor Andrés Veloso, também da FEA e coordenador do curso.

Foto: Divulgação/Auspin

No último semestre, foi oferecida pela primeira vez a disciplina Empreendedorismo e Inovação, optativa livre disponível para alunos de toda a USP, sob a responsabilidade de Veloso. Ele conta que a matéria dá aos alunos o primeiro contato com o mercado. “Ideias todos têm, mas ensinamos a estruturar um projeto e dar forma a um negócio. Com quem validar a oferta, ver se funciona no mundo real e pensar numa empresa”, explica. “No fim, trazemos um grupo de ex-alunos, que hoje são investidores, chamado FEA Angels, para avaliar as propostas e dizer em qual investiriam. Dos sete grupos que tivemos, três tinham potencial para se tornar grandes negócios”, reforça Liliam. Participaram alunos de várias unidades, como é natural no ambiente de qualquer empresa, agregando também um valor multidisciplinar ao aprendizado e necessário no empreendedorismo.

“No Departamento de Administração, criamos uma comissão, a ADM 2020, que planeja uma reestruturação do curso, justamente com esse viés, criando disciplinas que incentivam ações empreendedoras. E não são só visando ao lucro, como a outras questões, como o empreendedorismo social”, conta Veloso. Trabalham também com o oferecimento de mestrados profissionais e a organização de eventos e sci-bus que promovem um contato entre as universidades e empresas. “A cada uma ou duas semanas, o FEA Angels disponibiliza um espaço para os alunos apresentarem seus projetos, e possivelmente fomentar um negócio”, diz o professor.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP, Faculdade de Medicina e Instituto de Estudos Avançados. Busca aprofundar temas da atualidade de maior repercussão, além de apresentar pesquisas, grupos de estudos e especialistas da Universidade de São Paulo.
No ar de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •