Direitos humanos convivem com a violência em várias partes do mundo

“A relação entre direitos humanos e violência é uma relação complexa”, diz o professor Alberto do Amaral

  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  

Embora possa, a princípio, parecer um paradoxo, existe uma forte relação entre direitos humanos e violência no mundo atual, diz o professor Alberto do Amaral na abertura de sua coluna Um Olhar sobre o Mundo, na qual ele se propõe a exemplificar seu ponto de vista. Os direitos humanos, explica, foram concebidos como um instrumento contra a violência, na medida em que pregam a harmonia e a convivência pacífica entre os homens. No entanto, em várias partes do mundo desenvolvido ou em desenvolvimento eles são sistematicamente violados. Para o colunista, “isso mostra que a relação entre direitos humanos e violência não é uma relação simples, é uma relação complexa”.

Ocorre que os direitos humanos necessitam de uma ação governamental para se tornarem efetivos, condição que nem sempre é respeitada, uma vez que “algumas Constituições preveem direitos humanos como uma forma de legitimação de governos que são autoritários ou governos que não estão fortemente comprometidos com a sua realizabilidade”. Eles simplesmente aparecem na Constituição, mas estão longe de ser respeitados na prática. Já em outras partes do mundo, existe uma seletividade na proteção desses direitos, sobretudo no campo internacional – certos países dão mais atenção a alguns direitos e não a outros, tratando de maneira discriminatória e diferenciada as demais nações. Uma coisa é certa, porém: toda ideia de direitos humanos é uma ideia contra a violência e pela convivência pacífica.

Ouça a coluna na íntegra, clicando no link acima.

  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados