Diferenças entre déficit da Previdência pública e do INSS

Por ano, a União e os governos estaduais e municipais desembolsam cerca de R$ 315 bilhões para cobrir o déficit da Previdência

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Enquanto a União desembolsa cerca de R$ 150 bilhões por ano para cobrir o déficit previdenciário de 30 milhões de beneficiários do INSS, cerca de 3 milhões de servidores públicos civis e militares demandam um desembolso de R$164 bilhões para cobrir seu déficit previdenciário. Isso acontece porque as aposentadorias do setor público são muito mais benéficas do que do setor privado. Muitos servidores públicos têm aposentadorias integrais, ou seja, baseadas no último salário antes de se aposentar, enquanto os beneficiários do INSS têm um teto de R$ 5.531,31. Para cobrir esses déficits, são necessárias medidas como aumento de impostos, aumento da dívida pública e alocação de recursos de outras áreas, como saúde, educação e segurança. Isso acaba sendo injusto, pois todos os cidadãos acabam pagando para beneficiar uma elite de servidores públicos, principalmente os militares, que estão ficando de fora da atual proposta de reforma da Previdência. Ouça acima, na íntegra, o comentário do professor Luciano Nakabashi.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados