“Diálogos na USP” celebra os 100 anos da Faculdade de Saúde Pública

Convidadas comentam a história e os méritos da faculdade ao longo de seu centenário

Por - Editorias: Atualidades, Rádio USP
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Faculdade de Saúde Pública da USP – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

A Faculdade de Saúde Pública da USP comemora, nesta sexta-feira (9), os 100 anos de seu surgimento. Vinculada à Faculdade de Medicina, ela nasceu como Laboratório de Higiene, em 1918. Em 1934, o instituto foi incorporado à Universidade de São Paulo, com o nome de Escola de Higiene e Saúde Pública.

Nesta edição, o programa Diálogos na USP conta um pouco mais da história da faculdade. Para tanto, recebe a professora Patrícia Helen de Carvalho Rondó, vice-diretora da instituição, e a historiadora e doutoranda em Saúde Pública, Mariana de Carvalho Dolci.

Mariana de Carvalho Dolci, Patrícia Helen de Carvalho Rondó e Roberto Castro. Rádio USP – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A professora Patrícia faz um apontamento interessante para o caráter interdisciplinar e abrangente da faculdade, e a importância de não negligenciarmos o viés social da saúde: “Decorrente da desigualdade social surgem inúmeros problemas, inclusive problemas de saúde”, afirma. Mariana de Carvalho complementa essa fala, enfatizando a importância das ciências humanas na construção da saúde pública.

A fluoretação da água, para reduzir a incidência de cárie infantil, e a iodação obrigatória do sal de cozinha são exemplos de  contribuições para a sociedade originadas em pesquisas da Faculdade de Saúde Pública. Acerca desse tópico, a vice-diretora da faculdade fala sobre a importância do saneamento básico: “Sem saneamento básico não adianta investir em hospitais e unidades básicas de saúde”, afirma.

A professora Patrícia também aproveita a ocasião para exaltar o Sistema Único de Saúde, o qual surgiu a partir de esforços de diversos professores da Faculdade de Saúde Pública da USP. Como méritos da instituição, a historiadora Mariana aponta para sua visão preventivista , e exalta o projeto Faculdade de Saúde Pública Sem Muros, que comemora o centenário: “É um duplo convite, para que as pessoas conheçam a faculdade e seu trabalho, e também possam ouvir profissionais da área falando sobre temas de interesse”, comenta.

Esta edição do programa, produzido pelo Departamento de Jornalismo da Rádio USP, teve apresentação de Roberto Castro e trabalhos técnicos de Benevaldo Ribeiro. Ele pode ser ouvido, na íntegra,  no player acima. 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados