Dia Mundial de Combate ao AVC terá ações de rua

A contabilidade do AVC aflige: são mais de 400 mil casos por ano no Brasil, com mais de 100 mil mortes

  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  

Na coluna Minuto do Cérebro desta semana, o professor Octávio Pontes Neto fala sobre a Campanha Mundial contra o AVC. No dia 29 de outubro, é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Acidente Vascular Cerebral (AVC). O tema da campanha deste ano é Reerguendo-se após um AVC, que tem ênfase na reabilitação dos pacientes com Acidente Vascular Cerebral.

Segundo o professor, são mais de 400 mil casos por ano no Brasil, com mais de 100 mil mortes. Entre os sobreviventes, menos de 50% dos pacientes conseguem voltar ao trabalho. “É  importante que os pacientes que sofreram AVC possam receber reabilitação adequada e reintegração social após o evento”, explica.

Pontes Neto fala sobre a programação da semana da campanha, que irá até o dia 2 de novembro. Este ano, a previsão é de que a campanha alcance mais de 100 cidades no Brasil. Em Ribeirão Preto, além de treinamento e capacitação de profissionais da área de saúde, estão previstas ações com a comunidade em locais públicos, como parques e praças.

Serão fornecidas à população informações sobre o AVC, como reconhecer a doença, como é o tratamento, como funciona a reabilitação, entre outras. As atividades acontecerão nos parques Curupira e Raia e na Praça XV. Ouça acima, na íntegra, o comentário do professor Octávio Pontes Neto.

  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados