Descentralização da indústria gera desenvolvimento em municípios

Custos menores e logística mais flexível contribuem para cidades, além de São Paulo, integrarem a indústria

Na coluna Reflexão Econômica desta semana, o professor Luciano Nakabashi fala sobre a dinâmica da economia e da indústria dentro do Estado de São Paulo, em análise ao documento divulgado pela Fundação Seade, referência nacional na produção e disseminação de análises e estatísticas socioeconômicas e demográficas.

De acordo com o professor, o documento faz uma análise do mapa da indústria paulista, entre os anos de 2003 e 2016, e traz uma série de informações relevantes. Nakabashi destaca que “há uma queda na participação industrial da região metropolitana de São Paulo no Brasil, tendo uma desconcentração em nível nacional pois, em 2003, a indústria de transformação tinha um peso de quase 44% e passou para 37,5% em 2016”, sendo uma queda considerável.

Nakabashi relata que municípios próximos à cidade de São Paulo, como Jundiaí, Hortolândia, Sorocaba e Campinas obtiveram ganhos significativos na indústria, uma vez que possuem custos menores relacionados a local e logística em comparação à capital paulista, fomentando, desta forma, a geração de mais empregos e oportunidade de crescimento econômico das cidades.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Reflexão Econômica.


Reflexão Econômica
A coluna Reflexão Econômica, com o professor Luciano Nakabashi, vai ao ar toda quarta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.