[Desafios] O Brasil desenvolvimentista

Nesta edição do programa, o professor Alexandre Barbosa fala sobre a trajetória de Rômulo de Almeida e as políticas econômicas adotadas pelo país nos anos de 1950

 Publicado: 05/11/2021

O programa Desafios conversa com Alexandre de Freitas Barbosa, sobre o portentoso livro de sua autoria, O Brasil Desenvolvimentista e a Trajetória de Rômulo Almeida – projeto, interpretação e utopia.

Alexandre Barbosa é professor livre-docente de História Econômica e Economia Brasileira do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP e coordenador do núcleo temático “Repensando o Desenvolvimento” no Laboratório Interdisciplinar do IEB.

Rômulo de Almeida foi chefe da Assessoria Econômica da Presidência da República no segundo governo de Getúlio Vargas, 1950/54.

Na apresentação do livro, o ex-ministro da Fazenda, Bresser Pereira, ressalta a sua importância: “Dessa assessoria nasceram as principais iniciativas voltadas para o desenvolvimento econômico que caracterizaram esse governo e que estabeleceram as bases para o grande desenvolvimento dos anos 1960 e principalmente dos anos 1970. Rômulo de Almeida, embora pouco conhecido, foi a meu ver o mais notável formulador de políticas que o Brasil teve nesse período de grande desenvolvimento econômico”.

Alexandre Barbosa, na obra a que dedicou dez anos, não se limita a traçar a trajetória de Rômulo de Almeida. Desenha um painel que inclui todas as tendências e os personagens que disputavam o comando do desenvolvimento econômico do país na época e em governos posteriores, até o golpe de 1964.

Trata-se de uma reconstituição muito útil para compreender o atual momento econômico do Brasil e ilumina opções que o país pode adotar para retomar seu desenvolvimento econômico, com autonomia e justiça social.

https://www.youtube.com/watch?v=JvrhcFyKGAI

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.