Crise no Equador é reflexo de problemas na América do Sul

Para Dallari, as manifestações populares contra o governo equatoriano têm a ver com o momento conturbado do continente

A recente crise no Equador, com manifestações contra o governo local que já deixaram centenas de feridos e sete mortos, foi o tema da coluna desta semana do professor Pedro Dallari. “O motivo das manifestações, que se arrastam há mais de duas semanas, foi um decreto que acabou com os subsídios para combustíveis, aumentando em até 123% o preço do óleo diesel e da gasolina. Diante da pressão popular, o governo do presidente Lenín Moreno revogou a medida”, relembrou o colunista. “Mas os acontecimentos no Equador levam a algumas observações, já que têm a ver com aspectos da atual vida turbulenta da América do Sul. Um dos aspectos mais importantes é que, apesar de iniciada por estudantes e trabalhadores, as manifestações foram fortemente impulsionadas pelas populações indígenas, que equivalem a um quarto da população equatoriana, com cerca de 4 milhões de pessoas.”

“A temática indígena tem tido realce na América do Sul, inclusive no Brasil, com ameaças constantes às reservas indígenas. Este tema tem tido muito alcance no debate junto à opinião pública internacional”, afirmou Dallari. “Um outro aspecto é que o decreto que acabou com os subsídios aos combustíveis no Equador decorreu de um acordo com o Fundo Monetário Internacional, o FMI. Diante de crises econômicas em países da região, o FMI tem estado de volta, como aconteceu recentemente também com a Argentina. E esses acordos restritivos com o FMI têm gerado forte oposição.”

Ouça no player acima a íntegra da coluna Globalização e Cidadania.


Globalização e Cidadania
A coluna Globalização e Cidadania, com o professor Pedro Dallari, vai ao ar toda quarta-feiraa às 8h, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.