Crise financeira de 2008 não acabou e só se aprofunda

Gilson Schwartz comenta sobre a crise econômica nos Estados Unidos que já dura dez anos, mesmo com as intervenções do Banco Central Americano

Na coluna Iconomia de hoje o professor Gilson Schwartz comenta que, após dez anos, o que se verifica é que a crise econômica nos Estados Unidos continua. O Banco Central Americano injetou recentemente US$ 75 bilhões para tentar reanimar a economia, que sofre com os desmandos do governo de Donald Trump. O presidente aumentou o protecionismo e abriu uma guerra comercial sem precedentes desde os anos 30 do século passado. Brexit, guerra comercial entre EUA e China e outros fatores advindos da globalização contribuem para essa realidade.

O professor Gilson Schwartz lembra que no Brasil o sistema monetário também está na apatia. O custo político do governo Bolsonaro vai aumentando com mudanças em sua equipe. A crise também vai se aprofundando no setor econômico a partir das incertezas em relação à reforma da Previdência e à tentativa de implantação da nova CPMF para resolver a crise fiscal.

Ouça a íntegra da coluna Iconomia no link acima


Iconomia 
A coluna Iconomia, com o professor Gilson Schwartz, vai ao ar toda segunda-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.