Crise é oportunidade para revisão do modo de se fazer política

Judiciário tem o desafio de agir com transparência e agilidade em processos contra políticos, diz professor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

O ministro do STF, Edson Fachin, autorizou a investigação de diversos políticos citados na delação da Odebrecht. Na lista de Fachin estão oito ministros do governo Temer, 24 senadores e 42 deputados federais, além de nove governadores.

Dentre estes, constam os nomes de Eunício Oliveira (Presidente do Senado), Rodrigo Maia (Presidente da Câmara), Eliseu Padilha (ministro da Casa Civil) e Moreira Franco (ministro da Secretaria-Geral da República). Citado em dois inquéritos, o presidente Michel Temer possui imunidade temporária.

O professor do Departamento de Ciência Política da FFLCH-USP e colunista da Rádio USP, José Álvaro Moisés, comenta ao Jornal da USP a grave situação do País. Ele analisa a crise e aponta as oportunidades de mudanças que surgem dessa conjuntura atual.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados