Crise dos 25 anos afeta jovens brasileiros

Especialista da FFCLRP explica que jovens são criados para evitar frustrações e se deparam com realidade inesperada

Comprar a casa própria e questões ligadas à vida profissional são algumas das preocupações entre jovens de 25 e 33 anos. Os dados são de pesquisa realizada pela rede social de relações profissionais LinkedIn, que entrevistou mais de mil brasileiros cadastrados.

Cerca de 80% afirmaram passar pela crise dos 25 anos. O motivo mais citado foi a preocupação pela compra da casa própria e questões ligadas à vida profissional, como encontrar um emprego pelo qual se apaixone.  

O pós-doutorando José Egídio Barbosa de Oliveira, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, afirma que o mundo mais incerto, mais complexo e com falta de oportunidades favorece a crise nessa faixa etária. “Empregos precários e salários baixos dificultam a realização dos sonhos. E às vezes os jovens precisam se adaptar a coisas que não esperavam.”

Oliveira conta que essa nova geração não foi criada para lidar com as frustrações. “Eles vão confrontar uma realidade muito mais dura e muito diferente daquela para a qual foram educados.” Ouça a entrevista no link acima.

Por Giovanna Grepi

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 790
  •  
  •  
  •  
  •