Crianças e idosos são os mais afetados pelas variações de temperatura

Mudanças bruscas de calor e frio aumentam atendimentos na rede pública de saúde

O corpo humano tem mecanismos de controle de temperatura com ajustes térmicos em questão de minutos, mas há pessoas que não conseguem fazer isso de maneira adequada. A consequência são internações por doenças respiratórias e cardiovasculares que podem até levar a óbito. Segundo o médico Paulo Hilário Saldiva, da Faculdade de Medicina da USP, dados mostram que 5% das internações no Brasil são motivadas por problemas decorrentes das variações de temperatura. Gordura corporal, diabete e até o envelhecimento podem contribuir para deixar o controle de temperatura corpórea mais vulnerável.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.