Coreia do Norte, o rato que ruge e ninguém sabe o que fazer com ele

Na semana que passou, Pyongyang lançou um míssil que sobrevoou o Japão e ameaça fazer mais testes nucleares

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Na coluna desta semana, Pedro Dallari aborda uma das questões do dia mundo afora: os contínuos e aterrorizadores experimentos da Coreia do Norte com seu cada vez mais avançado programa nuclear. Diz Dallari que, desde o final da Segunda Grande Guerra, a Organização das Nações Unidas (ONU) vem se empenhando em coibir o desenvolvimento da tecnologia nuclear. Assim, em 1968, houve um tratado de não proliferação de armas nucleares, que justamente impediria que novos países desenvolvessem essa tecnologia. Embora injusto, uma vez que os EUA, a então União Soviética, França, Reino Unido congelavam seus armamentos, o fato é que a iniciativa demonstrava uma tentativa de evitar que mais países entrassem no clube das potências nucleares. Curiosamente, a Coreia do Norte assinou o tratado, mas dele se retirou em 2013.

Confira o post acima,  que trata do que Pyongyang tem aprontado para deixar o mundo em polvorosa.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados