Copa da Rússia: nem Putin ousa dar margem à discussão

Como o futebol se tornou um esporte estruturante do mundo globalizado

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na coluna desta semana, o professor Pedro Dallari fala sobre a Copa do Mundo da Rússia. Ele lembra alguns números sobre o evento da Fifa: em 2014, cerca de 3 bilhões de pessoas ao redor do mundo passaram os olhos pelos jogos, que aconteceram no Brasil. No mesmo evento, a partida final foi vista por 1 bilhão de pessoas. Assim, observa ele, o futebol é um jogo em que, independentemente do país em que uma partida seja jogada, observa as mesmas regras no mundo inteiro. Ele chama a atenção para outra questão: há poucos dias, os EUA bombardearam a Síria, e Moscou, aliado de primeira hora do país do Oriente Médio, para surpresa de muitos, não revidou. Justamente por causa da Copa, ele diz, que precisa ser perfeita. De qualquer modo, mais que um evento esportivo, é um torneio estruturante do mundo globalizado. Confira no post.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados