Construindo narrativas do imaginário territorial

O tema abordado por Guilherme Wisnik mostra a construção de narrativas nas obras de diferentes artistas

Na coluna desta semana, o professor Guilherme Wisnik comenta sobre o II Seminário Internacional Espaços Narrados – As línguas na construção dos territórios ibero-americanos -, que acontece até esta sexta-feira ( 7/6), no Instituto de Estudos Brasileiros da USP (IEB-USP) e na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP (FAU-USP).

A partir desse tema, o professor discorre sobre as diferenças entre a constituição do imaginário territorial na América do Sul e nos Estados Unidos através da obra de diferentes artistas e arquitetos.

Acompanhe o comentário no link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •