Como enfrentar os estragos e os perigos causados pelas enchentes

Prevenção é a palavra-chave para se proteger das doenças que surgem em consequência das inundações constantes na cidade

São Paulo gastou menos da metade do orçamento previsto de R$ 5,3 bilhões para prevenção a enchentes e obras de drenagem. Como consequência, moradores sofreram com a invasão da água em suas casas e a contaminação de tudo o que estava dentro. No entanto, apesar de todo sofrimento, é possível recuperar parte dos bens. Roupas e utensílios domésticos podem ser higienizados, o imóvel e a caixa d’água devem ser desinfetados. Até os animais necessitam de um cuidado especial para evitar a proliferação de doenças. A professora Maria Tereza Pepe Razzolini, do Departamento de Saúde Ambiental da Faculdade de Saúde Pública da USP, vice-coordenadora do Nara – Núcleo de Pesquisa em Avaliação em Riscos Ambientais da USP – ensina como fazer isso.

Acompanhe a íntegra da matéria pelo link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.