Colunista examina os primeiros 40 dias de governo interino

Divergências entre a retórica e a prática de Michel Temer começam a surgir

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Brasília - Michel Temer coordena primeira reunião com sua equipe após tomar posse na Presidência da República do Brasil (Valter Campanato/Agência Brasil)
Brasília – Michel Temer coordena primeira reunião com sua equipe após tomar posse na Presidência da República do Brasil – Valter Campanato/Agência Brasil

O colunista Augusto Rodrigues destaca a recente ruptura na base de apoio ao presidente interino, impulsionada pelas diferentes visões de como enfrentar a crise atual.

Segundo ele, surgiram conflitos entre a retórica e a prática de Temer, que assumiu a presidência com discurso liberal de busca da austeridade via ajuste fiscal. Agora, pouco mais de um mês depois da posse, o presidente interino dirige o País de maneira populista, através da concessão de recursos federais para governadores, servidores públicos e usuários de serviços públicos.

A mídia e os intelectuais que apoiam o governo interino desde o início têm se mostrado receosos com as medidas de Temer, pois acreditam que elas podem postergar a recuperação da estabilidade econômica.

Ouça o comentário na íntegra.

 

logo_radiousp

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados