Colunista comenta ação de jovem sueca que impediu decolagem de avião

Marília Fiorillo diz que, com as eleições de setembro na Suécia, grupos de extrema direita e anti-imigração avançam

  • 7
  •  
  •  
  •  
  •  

Na edição de hoje Marília Fiorillo comenta sobre a jovem sueca que impediu decolagem de avião para salvar um refugiado afegão da deportação.

De acordo com a professora, com as eleições de setembro na Suécia, os autointitulados “democratas suecos”, grupos de extrema direita e anti-imigração, avançam e há chance de acontecer o endurecimento da imigração.

Para Marília, o gesto da sueca exibe um novo ethos, “diferente dos discursos pomposos e geralmente hipócritas e inócuos sobre a chamada ética. Um ethos minimalista cujo efeito propaganda pode sim ter consequências bem mais efetivas do que os protestos de praxe dos políticos de plantão”, analisa.

Ouça, no link acima, a íntegra da coluna Conflito e Diálogo.

 

  • 7
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados