Colunista analisa discurso de Bolsonaro na ONU

Para Pedro Dallari, fala foi na contramão da tradição diplomática brasileira mas, apesar do tom belicoso, não terá poder de alterar quadro que se consolidou ao longo de décadas

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia Geral da ONU, no último dia 24, foi o tema da coluna de Pedro Dallari esta semana. Para o professor, Bolsonaro saiu do tom normalmente empregado por seus antecessores, que defendiam temas importantes como o multilateralismo e os direitos humanos. Dessa vez, no entanto, o presidente brasileiro foi por outro caminho que não aquele tradicional da diplomacia brasileira. “Como se imaginava, o presidente Jair Bolsonaro rompeu com essa tradição, fazendo um pronunciamento discrepando daqueles preceitos tradicionais”, afirmou Dallari. “Ele propugnou pelo isolamento e pela defesa de um soberanismo, atacou outros países e relativizou a importância dos direitos humanos.”

Dallari, no entanto, não acredita que este vá ser o caminho diplomático do Brasil daqui por diante. “Essa contradição entre o discurso do presidente brasileiro e a tradição diplomática brasileira já foi denunciada e repelida pela sociedade”, acredita o colunista. “Mas creio que a tradição da diplomacia brasileira irá prevalecer. Não me parece que o presidente da República, sozinho, possa alterar um quadro que se consolidou de maneira muito sólida ao longo do tempo.”

 

Ouça no player acima a íntegra da coluna Globalização e Cidadania.

 


Globalização e Cidadania
A coluna Globalização e Cidadania, com o professor Pedro Dallari, vai ao ar toda quarta-feiraa às 8h, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.