Colunista aborda a crise política e constitucional na região andina

Alberto do Amaral comenta a situação atual na região, que envolve sobretudo o Peru e o Equador

A dissolução do Congresso do Peru e os fortes protestos desencadeados pelo aumento da gasolina no Equador, que declarou Estado de exceção desde o dia 3, mostram a grande crise política que a região andina enfrenta. Na verdade, o foco é o mesmo nos dois países, a mistura de corrupção, insatisfação social e a polarização exacerbada entre governos e oposição. A história recente da América Latina ampliou-se com a corrupção tanto no Peru como no Equador, com candidatos e presidentes.

O ex-presidente peruano Alejandro Toledo está preso nos Estados Unidos; Ollanta Humala, também ex-presidente, foi preso por nove meses; Keiko Fujimori, filha do ex-presidente Alberto Fujimori, é mais uma que está presa. A tentativa da oposição fujimorista de destituir o presidente Martín Vizcarra e eleger um presidente pelo Congresso fracassou. Já o presidente do Equador, Lenín Moreno, transferiu a sede do governo de Quito para Guaiaquil, acusando o ex-presidente Rafael Correa de tentar um golpe de Estado contra seu governo. A crise institucional terminou, mas a política continua em ambos os países, por falta de perspectivas em razão da descrença no sistema.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna do professor Alberto do Amaral Jr., que conversa com a repórter Simone Lemos.


Um Olhar sobre o Mundo
A coluna Um Olhar sobre o Mundo, com o professor Alberto Amaral, vai ao ar toda segunda-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •