Colóquio debaterá ação humana sobre mudanças climáticas

Wagner Costa Ribeiro defende que desafio complexo requer uma abordagem interdisciplinar por parte da sociedade

O Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), organiza o XVI Colóquio Internacional de Geocrítica, em conjunto com o Instituto de Estudos Avançados (IEA) e a Universidade de Barcelona. O evento ocorrerá na USP, em 2020, e aceita submissão de trabalhos em 15 áreas temáticas. O intuito é salientar a urgência e a importância das reflexões sobre as mudanças climáticas, sob diversas perspectivas.

Diante desse impasse, a geografia assume um papel central, já que seu objeto é a relação entre o homem, enquanto ser social, com o espaço que ocupa, o ambiente. Organizador do colóquio, Wagner Costa Ribeiro esclarece que a análise das mudanças climáticas ocorre em várias frentes. “O desafio é tão grande que é importante estimular o debate interdisciplinar”, conta o professor da FFLCH ao Jornal da USP no Ar.

As discussões abarcam do direito à geomorfologia, passando pelas relações internacionais. “Pode parecer absurdo, mas alguns países, como a Colômbia, reconhecem os direitos de um rio poder manter seu curso d’água natural”, cita o professor. Os temas recorrentes, como acordos transnacionais pelo meio ambiente, e o impacto climático dos gases de efeito estufa também serão debatidos. Ribeiro valoriza a importância política que a causa ambiental ganha ultimamente sob a tutela de Greta Thunberg e outros jovens.

Mudanças climáticas – Foto: Tumisu via Pixabay / CC0

Ficam claros os efeitos da ação antrópica sobre as mudanças climáticas, assim que se inicia o uso intensivo de combustíveis fósseis decorrente da revolução industrial, segundo o professor.  A partir da segunda metade do século passado, a consolidação de uma sociedade de consumo acelera o processo. Nesse contexto, várias pessoas ficam vulneráveis não só socialmente, como também climaticamente. Encarar esse problema é o desafio posto aos pesquisadores.

As submissões de trabalhos ficam abertas até dia 10 de janeiro. O XVI Colóquio Internacional de Geocrítica ocorrerá de 4 a 9 de maio. Até lá, os ensaios selecionados serão publicados nas redes para circulação, principalmente, entre os países ibero-americanos. Como não acontecerão sessões paralelas, os presentes acompanharão todos os painéis expostos. Quem não estiver na USP poderá acompanhar no site do IEA ao vivo.

Ouça a entrevista na íntegra no player acima.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP com a Escola Politécnica, a Faculdade de Medicina e o Instituto de Estudos Avançados. Busca aprofundar temas da atualidade de maior repercussão, além de apresentar pesquisas, grupos de estudos e especialistas da Universidade de São Paulo.
No ar de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.