Cobertura de casamento real britânico aproxima povo e realeza

Trazer público mundial para dentro do castelo não é mera coincidência, mas, sim, parte da estratégia midiática da rainha

Por - Editorias: Atualidades, Rádio USP
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn1Print this pageEmail
Príncipe Harry com e a atriz americana Meghan Markle – Foto: Divulgação / Kensington Palace via Twitter @KensingtonRoyal

O casamento do príncipe Harry com a atriz americana Meghan Markle está marcado para maio, e mesmo cinco meses antes da cerimônia o evento já virou um dos principais focos da mídia mundial. A cobertura do matrimônio é massiva, detalhada e minuciosa, trazendo aqueles que a acompanham para muito próximo da família real britânica.

Por que tanto interesse e fascínio pelo que se passa na realeza? Para responder a essa pergunta, a Rádio USP conversou com Maria Elisa Cevasco, professora de Estudos Culturais, entre eles, Cultura Britânica Contemporânea, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

Para Maria, a complexa cobertura é parte do objetivo midiático real na representação da realeza, buscando tornar “íntimo” o povo britânico dos monarcas – construção imaginária muito bem-feita, na opinião da professora.

Ouça o áudio completo da entrevista acima.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn1Print this pageEmail

Textos relacionados