Ciência da visão e os avanços desde o século 19

Professor Eduardo Rocha fala sobre as contribuições dos médicos Manoel da Gama Lobo e Hilário de Gouvêa para a oftalmologia

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na coluna Fique de Olho desta semana, o professor Eduardo Rocha fala sobre as pesquisas da ciência da visão que contribuíram para a compreensão, resolução e prevenção de doenças oculares e, ainda, para aumentar o tempo de desempenho dos olhos.

Entre as contribuições do século 19, conta, os estudos do médico brasileiro Manoel da Gama Lobo, em sua comunicação de 1865, Da Oftalmia Brasiliana, trazem a descrição minuciosa dos sinais e sintomas da deficiência nutricional e fatores que contribuem para a doença. Para Rocha, o trabalho antecipou em décadas a importância da vitamina A para a visão e a saúde da população.

Além de Lobo, o professor fala sobre o brasileiro Hilário de Gouvêa, que observou duas crianças de uma família com tumores oculares e iniciou estudos de investigação para a possibilidade da transmissão genética do câncer. Ouça acima, na íntegra, a coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha.

Por: Giovanna Grepi

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados