Ciclofaixas sofrem “apagão” em São Paulo

O fim do convênio com um banco encerrou o serviço, que oferecia uma opção de lazer aos paulistanos nos finais de semana

O fim de um convênio da Prefeitura com uma instituição financeira colocou um ponto final às ciclofaixas de lazer na cidade de São Paulo, após dez anos. O serviço era prestado aos domingos, com 120 km de lazer na cidade, atendendo cerca de 100 mil pessoas. Atualmente, o prefeito Bruno Covas  elabora um plano cicloviário, que já foi concluído em julho, e agora deve ser apresentado para aprovação na Câmara Municipal. A professora, Raquel Rolnik conversou com a repórter Sandra Capomaccio sobre o assunto, na coluna desta semana, e alertou que não há previsão de remoção de ciclovias, muito pelo contrário, estão previstos mais 173 km de ciclovias,  no novo plano, para unir com os atuais 473 km já existentes.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Cidade para Todos.


Cidade para Todos
A coluna Cidade para Todos, com a professora Raquel Rolnik, vai ao ar toda quinta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.