CIA faz revelações contundentes sobre a ditadura militar brasileira

Documento divulga decisões relativas à execução de adversários do regime durante o governo Geisel

 15/05/2018 - Publicado há 4 anos

Um documento datado de 1974 da agência norte-americana afirma que o general Ernesto Geisel, presidente do Brasil a partir de 1973, teria, juntamente com outros chefes militares, autorizado a execução sumária de adversários do regime de 64. Liberado em 2015, só agora o relatório teve seu conteúdo revelado por um pesquisador brasileiro que examinou seu conteúdo e fez a revelação pública. O professor José Álvaro Moisés diz que  o conteúdo exposto apresenta controvérsias e mudanças em relação ao que era conhecido e relatado por historiadores.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.