China lidera exportação agrícola de Ribeirão Preto pelo segundo ano

Açúcar lidera pauta de exportações. Aumento de preços ajuda a deixar positivo o saldo da balança comercial

 14/02/2017 - Publicado há 5 anos  Atualizado: 14/03/2017 as 22:20

A China tornou-se, pelo segundo ano consecutivo, o principal destino das exportações agropecuárias da Região Administrativa de Ribeirão Preto, segundo o Boletim Comércio Exterior, do Ceper Fundace, ligado à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP de Ribeirão Preto.

O açúcar é o produto que levou a China a ocupar o primeiro lugar desse ranking, que apresenta, pela ordem, Estados Unidos, Nigéria e Reino Unido. Como se não bastasse, o preço da commodity no mercado externo tem sido responsável, em boa parte, pelo saldo positivo na balança comercial.

Colheita da cana de açúcar - Foto: Mayke Toscano/Gcom-MT
Colheita da cana-de-açúcar – Foto: Mayke Toscano/Gcom-MT

De acordo com o Boletim, o Instituto de Economia Agrícola da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo estimou que o preço recebido pelos produtores paulistas pela venda da cana-de-açúcar aumentou 20,985 em 2016 em relação ao ano anterior.

O coordenador do Boletim Comércio Exterior, professor Luciano Nakabashi, disse que a população da China e seu crescimento econômico nos últimos anos fazem aquele país ser importante no saldo positivo da balança comercial.

Para o professor Nakabashi, o saldo da balança comercial tende a ficar positivo nos próximos anos pela forte presença do agronegócio na pauta de exportações.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.