Centro de pesquisa estuda aspectos clínicos de doenças inflamatórias

Coordenador do projeto afirma a importância da procura de parcerias na indústria farmacêutica para minimizar gastos

  • 11
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

O Momento USP Inovação desta semana abordou o Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias (CRID). Quem conta sobre essa organização é o coordenador Fernando Queiroz Cunha, professor do Departamento de Farmacologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP.

O CRID é um projeto financiado pela FAPESP tem como objetivo realizar pesquisas translacionais que envolvem aspectos fisiopatológicos básicos e aspectos clínicos de doenças inflamatórias, que são um conjunto significativo de doenças que podem ter origem de autoimunidade, de infecção ou de alguma alteração metabólica.

Segundo Cunha, quando o CRID descobre moléculas que possuem potencial para o desenvolvimento de medicamentos, através da Agência de USP Inovação, a entidade procura parcerias na indústria farmacêutica para minimizar gastos.

O centro organiza um simpósio com pesquisadores internacionais e nacionais, além de estudantes de graduação e pós, para discutir os mecanismos de desencadeamento e possíveis tratamentos dessas doenças. Para os alunos de escolas públicas, o CRID possui um grupo de estudantes de pós-graduação que, por meio de brincadeiras, ensinam aspectos básicos do assunto, como as respostas imunes e inflamatórias.

Jornal da USP no Ar, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93,7, em Ribeirão Preto FM 107,9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

  • 11
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados