Censura do STF representa risco ao jornalismo

A censura aos veículos de imprensa foi revogada, mas isso não elimina o ataque à liberdade de imprensa e de expressão

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O colunista Carlos Eduardo Lins da Silva repercute a recente decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que retirou do ar reportagens da revista Crusoé e do site O Antagonista. As matérias revelam uma fala de Marcelo Odebrecht, que atrela Dias Toffoli, o então advogado-geral da União do governo Lula e atual presidente do STF, a negociações de grandes obras com a empreiteira.

Na última quinta-feira (18), a medida que censurava os veículos foi revogada pelo próprio Moraes. Entretanto, o cenário ainda configura um grave risco à liberdade de imprensa e à de expressão.

Ouça a coluna na íntegra no player acima.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados