Celulares sem uso podem se transformar em antena de internet

Com vários telefones interligados, cria-se uma rede em que cada telefone funciona como um agregador e multiplicador de sinal

  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  

O que fazer com seu celular antigo, aquele que você não usa mais e que ainda funciona? Na edição de hoje, o professor Luli Radfahrer responde a essa questão apresentando proposta de uma rede de internet pública. “Alguns celulares com três a quatro anos de uso podem ter antenas muito poderosas e, se forem usados juntos, podem criar uma rede de internet pública sem gastar um centavo.”

Radfahrer esclarece que qualquer telefone tem uma antena que emite e recebe informação, “é o que chamamos de internet de upload e download. O hardware dessa antena pode ser usado para qualquer coisa. Ao se instalar um programa de compartilhamento, cada um desses telefones vai receber a rede pública e ampliar para área de cobertura dele. Ao ter vários telefones interligados, cria-se uma rede em que cada telefone funciona como um agregador e multiplicador de sinal”.

Esse tipo de rede é chamada de Mesh, rede integrada em cada aparelho que recebe informação e também transmite. Radfahrer explica que dá para fazer no celular de uso diário, mas que isso acaba sacrificando o pacote de dados e a velocidade da rede. “Com um pouco de esforço e ação comunitária, podemos ter uma internet muito melhor para todo mundo a um custo zero”, observa.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Datacracia.

  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados