CD Fronteira pretende traçar novos caminhos musicais

Violeiro mineiro resgata história de cantigas de roda de sua infância e ultrapassa todos os tipos de fronteira

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O programa Revoredo desta semana traz o CD Fronteira, de Fabrício Conde. Violeiro, compositor, poeta, escritor e contador de histórias de Juiz de Fora, Minas Gerais, o primeiro instrumento de Conde foi o piano, o violão entrou na sua vida através de cantigas de roda cantadas e tocadas por sua mãe.

As músicas apresentadas são Samba Venezuelano; Coisinha; Nos Quintais de Luanda; Evora; Lamento Sertanejo; La Travessia; Noches Del Cine; Noite de São João; Sapateia, Sinhá; Vestido Azul; com Zé Nogueira, Márcio Hallak, Rodrigo Biss, Laura Delgado.

O Revoredo é produzido e apresentado pelo maestro José Gustavo Julião de Camargo, do Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, com trabalhos técnicos de Luiz Antônio Fontana.

Ouça acima na íntegra o programa Revoredo.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados