Casas demolidas na zona leste impediam a verticalização de São Paulo

O plano diretor da cidade prevê apenas prédios e não casas

Nesta semana, o bairro do Tatuapé foi surpreendido com máquinas pesadas que demoliram um conjunto de 35 casas operárias do século passado. Os imóveis foram colocados no chão para dar espaço à expansão imobiliária. Segundo a professora, os imóveis históricos compõem o patrimônio arquitetônico de São Paulo e deveriam ser preservados, não por serem velhos, mas por serem casas. Ocorre, porém, que isso vai contra o plano diretor, que propõe uma cidade cada vez mais verticalizada.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna Cidade para Todos, onde a professora Raquel Rolnik conversa com Sandra Capomaccio


Cidade para Todos
A coluna Cidade para Todos, com a professora Raquel Rolnik, vai ao ar toda quinta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.