Casal homoafetivo já tem direitos antes exclusivos do hétero

José Fernando Simão comenta o que mudou desde então e o que ainda precisa ser alterado

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A união estável entre pessoas do mesmo sexo foi reconhecida, em 2011, por decisão unânime do Supremo Tribunal Federal (STF). “Foi o primeiro passo de uma caminhada”, avalia o professor José Fernando Simão, docente do Departamento de Direito Civil (DCV) da Faculdade de Direito (FD) da USP, que comenta o que mudou desde então e o que ainda precisa ser alterado.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •