Cartão de crédito tem altas taxas de juros e contribui para o endividamento

Em dezembro de 2016 as taxas de juros do cartão de crédito alcançaram 485% ao ano

Na primeira edição desta semana do boletim Em dia com o Direito, o aluno Caio Tolentino fala sobre o uso do cartão de crédito, suas altas taxas de juros e o que pode acontecer caso o valor total da fatura não seja pago.

Tolentino afirma que o consumidor deve avaliar a necessidade de realizar uma compra pelo cartão de crédito, e se houver necessidade de uso, fazer o pagamento total para evitar o endividamento e escapar das altas taxas de juros, que em dezembro de 2016, alcançaram 485% ao ano. Em casos de falta de pagamento, segundo ele, o consumidor utiliza o crédito rotativo, que é o pagamento entre a taxa mínima e o valor inteiro da fatura.

O Em dia com o Direito é produzido e apresentado por alunos do curso de especialização em Direito Civil: Novos Paradigmas Hermenêuticos nas Relações Privadas e coordenado pelo professor Nuno Coelho da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP) da USP.  

 
Ouça, no link acima, a íntegra do boletim.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.