Carta de ex-ministros pode ameaçar estabilidade de Ricardo Salles

Pedro Luiz Côrtes analisa pronunciamento que defende a sustentabilidade socioambiental e aponta problemas na atual gestão

 19/06/2020 - Publicado há 2 anos

Foi divulgada ontem (18) uma carta elaborada por ex-ministros do Meio Ambiente. Nela, Carlos Minc, Edson Duarte, Gustavo Krause, Izabella Teixeira, José Carlos Carvalho, José Goldemberg, Marina Silva, Rubens Ricupero e Sarney Filho afirmam que o Brasil passa por “inédito momento histórico de aviltamento e ameaça à democracia (…) de parte do próprio Poder Executivo por ela constituído”.

O professor Pedro Luiz Côrtes, da Escola de Comunicações e Artes (ECA) e do Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental do Instituto de Energia e Ambiente (IEE) da USP, analisa essa iniciativa no Jornal da USP no Ar. Com a pressão no atual ministro Ricardo Salles, ele avalia o risco da sua permanência no cargo, comparando-o ao ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub: “Mesmo sendo criticado pelos parlamentares e integrantes do próprio governo, Weintraub se manteve por mais tempo no poder por ser um dos ministros do chamado ‘grupo ideológico’, assim como Salles, mas, no fim, ele acabou sendo demitido por Bolsonaro”.

Côrtes aponta que a divulgação do vídeo da reunião ministerial, na qual tanto os depoimentos de Weintraub quanto Salles geraram polêmica, pode interferir na estabilidade da pasta do Meio Ambiente. De maneira geral, “a situação ambiental é preocupante e está pior do que no ano passado, com crescimento do desmatamento da Amazônia. Em relação ao saneamento básico, não há menção a quaisquer iniciativas e projetos sendo desenvolvidos. O Ministério tem deixado muito a desejar, inclusive promovendo um desmonte das estruturas de fiscalização, com apoio do presidente Bolsonaro”, segundo o professor.

Se essa tendência permanecer, o risco é o impacto nas exportações brasileiras, principalmente em relação ao mercado europeu. Saiba mais ouvindo a entrevista na íntegra.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP com a Escola Politécnica e o Instituto de Estudos Avançados. No ar, pela Rede USP de Rádio, de segunda a sexta-feira: 1ª edição das 7h30 às 9h, com apresentação de Roxane Ré, e demais edições às 14h, 15h e às 16h45. Em Ribeirão Preto, a edição regional vai ao ar das 12 às 12h30, com apresentação de Mel Vieira e Ferraz Junior. Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo do Jornal da USP no celular. 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.