Carreiras de jovens cientistas dependem de um bom mentor

A principal diferença entre um supervisor e um mentor é que, enquanto o supervisor dirige, o mentor guia

Nesta edição, o professor Paulo Nussenzveig comenta sobre o mentor científico. Segundo o professor, ser um bom mentor para jovens talentosos é um dos grandes desafios da carreira. “O percurso típico para desenvolver uma boa carreira científica envolve aprender sob a liderança de cientistas mais experientes, que indicam as rotas mais seguras para obter sucesso em projetos de pesquisa e apresentam os caminhos errados que outros tentaram seguir antes”, afirma.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Ciência e Cientistas.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 134
  •  
  •  
  •  
  •