Carolina Maria de Jesus, da favela para o mundo

O colunista Ricardo Alexino Ferreira comenta aspectos da vida e da obra de Carolina Maria de Jesus, autora de “Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada”

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

logo_radiousp790px

20160830_livro_quarto_despejoEm 1960,  foi publicado o livro Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada, com tiragem inicial de 10 mil exemplares, esgotados em uma semana. A obra vendeu mais de 1 milhão de exemplares desde sua publicação e foi  traduzida em 14 línguas. A autora, Carolina Maria de Jesus, negra, semialfabetizada, catava papel na favela onde morava e teve de enfrentar a ira de sua própria comunidade após se tornar famosa. Carolina de Jesus, que nunca quis se casar por não querer se submeter a homem nenhum, é o tema desta semana da coluna do professor Ricardo Alexino Ferreira.

.

.

.

.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados