Canção de Caetano Veloso dá o tom de desesperança do Brasil atual

Guilherme Wisnik dá sequência à sua série de canções do passado que continuam atuais nos tempos de hoje

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Aproveitando o momento atual, em que a crise política é o principal assunto a nos envolver, o colunista Guilherme Wisnik retoma em sua coluna a série de canções que considera refletir a presente realidade. A partir daí, ele escolheu a canção Perdeu, de Caetano Veloso. A letra narra a relação de um garoto favelado com sua mãe. Para Wisnik, trata-se de uma canção que dá bem o tom de desesperança e da falta de perspectivas sob o qual o País vive hoje.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados