Cai número de mortes por Aids e de casos detectados no Brasil

Ministério da Saúde diz que queda é a maior desde 1996, quando os coquetéis passaram a ser distribuídos

  • 23
  •  
  •  
  •  
  •  

O número de mortes por Aids no Brasil caiu 16,5%, no ano passado, segundo boletim divulgado pelo Ministério da Saúde. Em 2014, a doença matou 5,7 pessoas por 100 mil habitantes. Em 2017, esse índice caiu para 4,8.

O número de casos detectados também recuou, passando de 21,7 por 100 mil habitantes em 2012 para 18,3 por 100 mil no ano passado. Segundo o Ministério da Saúde, é a primeira vez que se tem uma queda tão grande da mortalidade por Aids no Brasil desde 1996, ano em que os coquetéis passaram a ser distribuídos à população.

Segundo a médica Karen Morejon, infectologista do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) da USP, os números são animadores, mas o momento é de cautela.

Para a especialista, a redução no número de mortes e de casos detectados, de certa forma, reflete a eficácia das políticas públicas. Segundo a infectologista, mesmo assim, jovens e adultos precisam ficar atentos.

Ouça a entrevista no link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 23
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados