Bullying esportivo pode ser responsável pelo sedentarismo da população

Aversão à atividade física pode ter origem em bullying esportivo sofrido pelas crianças no período escolar

O assunto da coluna de hoje é bem interessante – bullying esportivo nas escolas. O professor José Carlos Farah levanta a hipótese de que as pessoas que são sedentárias nos dias de hoje teriam, no passado, sofrido bullying na escola, nas aulas de educação física. É comum crianças com sobrepeso, muito magras, tímidas e com pouca habilidade física e motora serem deixadas de lado em competições e, o que é pior, serem vítimas de gozação e humilhação. O professor cita dados de uma pesquisa que sugere a comprovação do que ele está falando: a falta de aptidão para o esporte é uma das principais causas de bullying entre as crianças.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Corpo e Movimento.


Corpo e Movimento
A coluna Corpo e Movimento, com o professor José Carlos Farah, vai ao ar toda segunda-feira às 8h00, na Rádio  USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP. 

.

 

 

 

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.