Brasil precisa avançar no processo de integração do Mercosul

Segundo Rubens Barbosa, é preciso concluir as negociações com a União Europeia e negociar com os países asiáticos na parceria transpacífica

O Mercosul completou 28 anos. O ex-embaixador Rubens Barbosa afirma ser esse projeto um dos principais de integração regional da América do Sul. Dentro do Mercosul há eliminação de grande parte das tarifas dos produtos negociados. “Durante esses anos, o Mercosul teve grande êxito com os empresários se envolvendo nas negociações comerciais internacionais e os produtos industrializados brasileiros contam com uma participação muito importante e crescente”, analisa Barbosa.

O atual governo Bolsonaro pretende fortalecer o Mercosul, ampliando as negociações comerciais e bilaterais com a flexibilização do grupo e reduzindo as tarifas. Para Barbosa, é um exercício muito positivo que deve continuar. “Temos que avançar no processo de integração do Mercosul, concluir as negociações com a União Europeia e abrir novas frentes, como a negociação com os países asiáticos na parceria transpacífica.” O ex-embaixador sugere ao novo governo uma conferência diplomática até o final do ano como uma ação muito importante.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Diplomacia e Interesse Nacional.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.