Brasil não deveria importar etanol de milho

Professor Goldemberg explica que combustível dos Estados Unidos é menos vantajoso, pois sua produção libera muito CO2

A cadeia produtiva da cana-de-açúcar brasileira anda preocupada com a importação de etanol. Tanto que já se discute a adoção de tarifa de importação desse combustível, em especial do etanol de milho dos Estados Unidos. Em sua coluna semanal, o professor José Goldemberg comenta esse quadro e explica porque o etanol norte-americano é menos vantajoso que o brasileiro.

Ouça na íntegra.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.