Brasil está presente no início e no fim da existência dos dinossauros

O livro “O Brasil dos Dinossauros” encanta o público ao mostrar o desenvolvimento do continente e das paisagens

  • 3,8K
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

O Brasil dos Dinossauros, Prêmio Jabuti 2018 na categoria Infantil e Juvenil, apresenta as primeiras linhagens ancestrais de dinossauros do Brasil, as grandes estrelas da nossa pré-história, até sua extinção, há 66 milhões de anos. Ricamente ilustrado, conta em detalhes a jornada desses animais, bem como a evolução das paisagens pré-históricas brasileiras. Com detalhadas reproduções das espécies em seu ambiente de vida, o obra revela as histórias que os dinossauros brasileiros têm para contar sobre o nosso passado profundo.

Jornal da USP no Ar entrevistou um dos autores do livro, o professor Luiz Eduardo Anelli, do Instituto de Geociências (IGc), paleontólogo, autor de livros científicos sobre a pré-história brasileira e curador de exposições na área de paleontologia. Para ele, o Brasil tem uma participação importante no que diz respeito aos dinossauros, já que possui tanto fósseis de dinossauros das linhagens mais antigas quanto mais próximas da época em que esses seres foram extintos, ou seja, está no início e no fim da história desses animais. Ele aponta que temos cerca de 46 dinossauros conhecidos no Brasil, apesar de nem sempre ser possível definir com precisão a espécie, uma parcela pequena do quanto ainda há para ser descoberto na área.

O livro, ricamente ilustrado, apresenta as primeiras linhagens ancestrais de dinossauros do Brasil – Foto: Divulgação

Os esqueletos estudados pelos paleontólogos se encontram em rochas e, segundo Anelli, tirá-los dali não é fácil: o processo de limpeza pode levar anos. Além disso, é necessário encontrar a ossada, descrever sistematicamente os ossos e descobrir os parentescos entre diferentes espécimes. É a construção dessa árvore que dá o retrato da evolução. Justamente por isso, o especialista defende que esse trabalho técnico não pode existir apenas para o deleite dos pesquisadores. É necessário que haja a tradução dessas produções para meios em que se tornem acessíveis para quem não é da área, como faz o livro O Brasil dos Dinossauros.

O livro é ricamente ilustrado, com o objetivo de encantar o público infanto-juvenil pelo universo da pré-história brasileira. Para o autor, não se trata de tentar fazer com que as crianças queiram se tornar paleontólogas, mas sim que aprendam a história do mundo. Os dinossauros brasileiros são originários do supercontinente Pangeia, viram esse continente se partir e o nascimento da América do Sul, pisaram nas areias que hoje são as rochas do Aquífero Guarani, nadaram nos lagos onde se acumulava a matéria orgânica que hoje é o óleo do pré-sal.

Recentemente, as descobertas no Rio Grande do Sul têm ganhado destaque, segundo o professor. Trata-se de ossadas de animais do início da linhagem. Para a comunidade científica, é muito importante que se descubra essas espécies que deram início ao mundo dos dinossauros. Em São Carlos, Anelli destaca o trabalho dos pesquisadores que descrevem pegadas dos dinossauros. Esses animais viveram no deserto, lugar que deu origem ao Aquífero Guarani.

O livro O Brasil dos Dinossauros, escrito por Luiz Eduardo Anelli e ilustrado pelo paleoartista Rodolfo Nogueira, está disponível pela Editora Marte nas principais livrarias.

jorusp

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 3,8K
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados