Banimento do amianto no Brasil teve guerra de “lobbies”

Colunista destaca a participação de cientista que defendeu que a crisotila (variedade de amianto) não fazia mal à saúde

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O colunista José Eli da Veiga alerta para que se tenha uma postura mais reflexiva em relação ao tema amianto, componente usado para produzir telhas e caixas d’água e que é apontado como cancerígeno. Na semana passada, o produto teve seu uso definitivamente banido no Brasil pelo Superior Tribunal Federal (STF).

Mas o professor chama a atenção para a guerra de lobbies que ocorreu, destacando a participação de um pesquisador da Unicamp que forneceu resultados, mostrando que a crisotila (amianto do Brasil) não fazia mal à saúde. “Quando não há pesquisa suficiente é fácil entender porque uma decisão pode demorar”, destaca o professor, lembrando que “na verdade, algumas pessoas são pagas para criar dúvidas.”

Eli da Veiga também faz um agradecimento à Rádio RWA, do Rio Grande do Sul, que reproduz a coluna “Sustentáculos”. Na internet, a rádio p0de ser ouvida no endereço radiowebagroecologia.com.br.

Ouça a coluna na íntegra.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados