Avanço da reforma previdenciária abre novas perspectivas

Apesar de efeitos colaterais, reforma é a garantia de que o futuro seja melhor para as próximas gerações

Na coluna Reflexão Econômica desta semana, o professor Luciano Nakabashi fala sobre o avanço que a reforma da Previdência Social vai proporcionar e suas novas perspectivas.

O professor Nakabashi conta que o “progresso alcançado até então é de extrema importância”, uma vez que é necessário que todo brasileiro pague uma parcela para que o País possa melhorar. Mesmo as mudanças afetando muitas pessoas, há a garantia de que o futuro seja melhor para as próximas gerações.

Nakabashi destaca que se durante governos anteriores a Previdência tivesse passado por reformas menos “tímidas”, certamente a situação atual seria diferente, impedindo que alguns contribuintes se aposentassem muito cedo e acarretando grandes prejuízos.

Os grupos de interesse são agentes muito presentes nessa trajetória da reforma. Profissionais de diferentes categorias afetadas, como professores e policiais, vêm se manifestando para serem excluídos da reforma e “fica uma questão injusta o fato de uns serem incluídos e outros não”, finaliza Nakabashi.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Reflexão Econômica.


Reflexão Econômica
A coluna Reflexão Econômica, com o professor Luciano Nakabashi, vai ao ar toda quarta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.