Audiência de Moro no Senado é marcada pelo paradoxo

Para Singer, em seu depoimento no Senado, Moro apresentou duas teses diametralmente opostas

Nesta edição de sua coluna, o cientista político André Singer volta a comentar sobre a polêmica envolvendo o ministro Sérgio Moro, o qual compareceu em audiência no Senado. O material divulgado pelo site Intercept Brasil tornou evidente que o então juiz Sérgio Moro tinha uma posição definida a respeito dos fatos que ora estão sob investigação. “É bastante claro que, de acordo com o que foi divulgado, ele tinha uma parcialidade, o que contradiz a expectativa geral de que o juiz seja imparcial”, argumenta o colunista. O próprio ministro da Justiça admite sua participação no caso, embora coloque em questão a integridade do material que se tornou público. Disse ainda que não há nada de irregular no que até agora veio à tona, o que acaba criando uma situação paradoxal, no entender de Singer.

Como todo esse processo ainda está em andamento, resta saber como vai ser julgado pela opinião pública e pelo eleitorado, mas parece evidente que se trata de mais uma crise a ser enfrentada pelo governo Bolsonaro, que também enfrenta resistências por parte do Congresso. Há claros sinais de que o atual governo está em minoria naquela Casa, o que só vem conturbar ainda mais este início de mandato do presidente Jair Bolsonaro.


Poder e Contrapoder
AA coluna Poder e Contrapoder, com o professor André Singer, vai ao ar toda quinta-feira às 9h, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.