Netuno tem treze luas e estações que duram 40 anos

Nosso companheiro de sistema solar mais distante do Sol teve sua existência provada não por observação direta, mas por cálculos matemáticos

 

Nesta edição de sua coluna, o professor João Steiner conclui a série em que abordou os planetas do nosso sistema solar, trazendo informações e curiosidades sobre nossos vizinhos. Chegou a vez de Netuno, oitavo planeta do sistema solar, e último a partir do Sol, na classificação mais atual.

Com uma massa equivalente a 17 vezes a da Terra, ele é um dos gigantes gasosos, com um pequeno núcleo rochoso envolto por gases. Descoberto em 1846 a partir de cálculos matemáticos relativos à órbita de Urano, o planeta levou quase 165 anos para terminar a primeira volta completa em volta do Sol, desde que foi identificado.

Ouça a coluna Entender Estrelas clicando no player acima.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.