Testes para genes de risco requerem interpretação cautelosa

Testes genéticos têm aplicações na área da saúde, mas é preciso saber quando utilizar e como interpretar resultados

Testes para genes de risco são importantes, mas podem esconder armadilhas. Nesta edição de Decodificando o DNA, Mayana Zatz continua a falar de testes genéticos, mas da sua aplicação em usos mais delicados, que envolvem análise da predisposição para problemas de saúde. Apesar dos testes e o aconselhamento genético serem extremamente úteis, em particular para um casal que considera ter um filho, alguns cuidados precisam ser tomados para não se incorrer em conclusões precipitadas.

Ouça a professora do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências (IB) da USP, em sua coluna Decodificando o DNA, clicando no áudio acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 363
  •  
  •  
  •  
  •