Vírus HIV pode ser transmitido de diversas maneiras

Até instrumentos não esterilizados podem transmitir o vírus

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No segundo boletim Pílula Farmacêutica desta semana, o assunto são as formas de transmissão do HIV, que estão presentes em secreções como sangue, sêmen, secreção vaginal e leite materno. O vírus pode ser transmitido por meio de relações sexuais sem camisinha, durante a gestação, amamentação, entre outros.

O uso de drogas injetáveis e o compartilhamento de seringas são duas das principais causas da transmissão do vírus. Contudo, fluidos corporais não infectantes são a urina, lágrimas, saliva, suor, etc. Por esse fluidos, o HIV não é transmitido. Além disso, talheres, pratos, abraço, por exemplo, também não fazem a transmissão do vírus.

O boletim Pílula Farmacêutica é apresentado pelos alunos de graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP com supervisão da professora Regina Célia Garcia de Andrade. Trabalhos técnicos de Luiz Antonio Fontana. Ouça, no link acima, a íntegra do boletim.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados