‘Setembro Amarelo’ é um alerta contra o suicídio

Campanha visa a conscientização da população quanto à prevenção do mal que mata mais que o câncer

  • 24
  •  
  •  
  •  
  •  

O suicídio é visto pela autoridades como “grave problema de saúde pública” que alertam para o fato do suicídio matar mais que o HIV ou muitos tipos de câncer. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 90% dessas mortes poderiam ser evitadas.

Como estratégia de prevenção, no Brasil, o Setembro Amarelo foi realizado pela primeira vez em 2015, na cidade de Brasília. A iniciativa foi do Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina e da Associação Brasileira de Psiquiatria.

E o mês de setembro foi escolhido para a campanha pois já se comemora mundialmente o dia 10 de setembro como o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Atualmente, é realizada em várias cidades, como Rio de Janeiro, Porto Alegre e Fortaleza. O movimento é caracterizado pela iluminação de grandes monumentos com a cor amarela, como estádios, o Cristo Redentor e o Congresso Nacional.

O boletim Pílula Farmacêutica é apresentado pelos alunos de graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP com supervisão da professora Regina Célia Garcia de Andrade. Trabalhos técnicos de Luiz Antonio Fontana. Ouça, no link acima, a íntegra do boletim.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 24
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados